#PartiuBardoAnísio

Esse é o quarto ano do projeto #partiu. E o tributo homenageará nosso Bob Dylan brasileiro, Belchior, um dos maiores letristas brasileiro, se não o maior. Homem que falava do cotidiano lindamente, mesmo que na dor, falava do nordestino de uma forma interessante e não só interiorana e regionalizada, definitivamente um tipo de apreço a música falada que deveria ter hoje em dia, ele fazia algo que a MPB nunca conseguiu produzir e talvez nunca consiga.

01. Akminarrah – Paralelas
02. Desastre – A Palo Seco (Belchior Cover)
03. Angustia – 500 Anos De Quê (Anti Remix Aspero)
04. DJ MixXxuruca – Divina Comédia (Trans)Humanista
05. Lois Lancaster – Pequeno Mapa Do Tempo Em BP
06. Mamparra – Na Hora Do Almoço
07. Luanna e o Ukulele – À Palo Seco
08. Aparelhagem Malk Espanca – Ante Do Fim (Belchior Cover)
09. Maxete – Estragaram Minha Fita Do Belchior
10. OtoDMix – Alucinação
11. Pork Suicidal – Velha Roupa Colorida (Tributo Ao Belchior)
12. MC Berro D’Água – S.A. (Belchior cover)
13. Sagane – Como O Diabo Gosta
14. Ops – Sujeito de Sorte (Belchior By Night)

15. Tiago Malta – Populus (Belchior Cover)

 

Curadoria: Tiago Malta
Logo e Arte Final: Felipe Manhães
Capa: Dehco Ravana
Contra Capa: Barata Knup
Texto: Monik Freitas


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s